Arquivo da categoria: ‘Dieta do Carboidrato’

Dieta do cetônico

Escrito por admin

A dieta do cetônico é praticamente a mesma coisa que a dieta do carboidrato e da proteína. Ela consiste em cortar os carboidratos do cardápio para que o corpo seja obrigado a quebrar as gorduras armazenadas para obter a energia necessária. Com a quebra dos ácidos graxos (gorduras) ocorre a liberação de corpos cetônicos, partindo daí o seu nome.

Para um emagrecimento eficaz por meio dessa dieta, nas primeiras 48 horas do início do regime nenhum carboidrato pode ser ingerido, dessa maneira rapidamente o emagrecimento acontece. Enquanto esse prazo de dois dias não forem radicalmente seguidos não haverá mudança no peso corporal.Depois desse dois dias, cair alguma vez em tentação não tem importância, mas caso o tempo não seja respeitado é imprescindível que se recomece o regime novamente.

Nas demais especificações, basta que sejam seguidas as mesmas orientações da dieta do carboidrato. Associado com atividades físicas, ingestão de muita água e uma consulta médica antecipadamente, qualquer tipo de regime se torna agradável e saudável de ser seguido.

Dieta do carboidrato, o que não Comer?

Escrito por admin

Tendo em vista que o regime do carboidrato consiste na retirada da alimentação diária de carboidratos muitas pessoas se desesperam porque não poderão mais comer o famoso prato brasileiro, arroz com feijão, riquíssimo em carboidratos.Para quem anseia por emagrecer rapidamente é melhor esquecer as tentações e cortar por pelo menos sete dias qualquer carboidrato. Entretanto, para quem tem um tempo maior para perder peso e deseja seguir a dieta do carboidrato, dá para consiliar o arroz com feijão na hora do almoço sim.

Apenas na hora do almoço é liberado a ingestão de arroz e feijão, sendo proibido na janta, mas no decorrer do dia é importante que se tenha uma dieta rica em proteínas e cortar de vez o carboidrato. Ficar longe de massas, pães, biscoito e doces. Mesmo para quem fará uma dieta menos radical é necessário a procura por uma ajuda médica e ou nutricional, dessa forma o regime se torna mais seguro e eficaz.

A pessoa pode ingerir a quantidade que quizer de qualquer alimento que não tenha carboidrato, como por exemplo:
Abobrinha verde- Alface – Aspargos – Azeitona- Bacalhau – Bacon -Margarina- Manteiga- Presunto- Nabo- Geléia diet Berinjela – Brócolis – Café – Camarão – Caranguejo – Caviar – Cebola como tempero – Cenoura – Chá(qualquer chá)- Chicória – Mexilhões – Pimenta- Omele- Lagosta- Gin- Coca light- Limão- Chuchu – Queijos (apenas os industrializados) – Quiabo – Rabanete – Repolho – Sal – Trident- Peixes – Carnes de boi, frango ou porco etc..

A dieta depende mais de quem a segue do que a receita em si, isso porque não adianta se ter uma dieta milagrosa em mãos se a pessoa não tem disciplina e nem horários. Consciliar exercícios físicos e ingestão de bastante água são passos necessários para um emagrecimento mais saudável e mais duradouro.

A dieta do carboidrato e suas consequências

Escrito por admin

Como com qualquer regime radical demais, é preciso se ter bastante atenção. Nada que seja seguido sem uma orientação médica é muito confiável. Vários regimes podem trazer consequências danosas e penosas se não seguidos corretamente. Um exemplo é a dieta do carboidrato, a qual deve ser seguida por apenas quinze dias, quem ultrapasse essa faixa já corre um certo perigo de falta de nutrientes no corpo, sem contar o exagero na liberação de corpo cetônicos.

Muitas pessoas garantem que a dieta deve ser seguida por 30 dias, mas nesse caso não é bom o corte total dos carboidratos, pelo menos o arroz com feijão não podem faltar no prato do almoço. Quem já ingere normalmente menos carboidratos ao longo do dia já sente uma drástica redução de peso, isso porque o corpo com a falta de sua principal fonte de energia começa a quebrar lipídeos, que estão armazenados na forma de gorduras, e dessa maneira a pessoa pode emagrecer bastante.

As consequências para quem segue corretamente o regime, com uma orientação profissional, são realmente positivas, a perda de peso vem rápido, e logo após com uma reeducação alimentar dá para manter o corpo no peso ideal tranquilamente. Já para quem exagera no regime, ou não possui uma orientação médica e ou nutricional, as consequências podem ser desastrosas, como perder muito peso em uma semana, e ganhar muito na outra, ou ainda ficar com um forte odor de toxinas devido à liberação exagerada dos corpos cetônicos.

Ingerir muita água ajuda o corpo a liberar toxinas, e uma reeducação alimentar contribui para que a perda de peso seja mantida de maneira saudável e eficiente.

Regime do Carboidrato

Escrito por admin

Dizem que a famosa dieta do carboidrato quem inventou foi do Dr. Robert Atinsk, e ela consiste no corte drástico de carboidrato das refeições diárias. Com esse regime dá realmente para emagrecer de maneira bastante rápida.

Para saber se a pessoa está realizando o regime da forma correta existe um teste na farmácia que é composto por um bastão especial, ele quando colocado na urina pode ficar escuro de acordo com a quantidade de corpos cetônicos nela contidos. Assim, entende-se que quanto mais escuro ficar o bastão maior é a garantia de que se esteja perdendo peso.

Quem segue de maneira rigorosa essa dieta vai conseguir perder seguramente uns 5 kg por semana. Mas quando se sentir muita fome pode-se exagerar em qualquer alimento que não contenha carboidrato, como: proteínas, legumes e até mesmo gorduras.

Quem não está muito desesperado(a) para perder peso urgentemente, pode-se por exemplo fazer um corte aos poucos dos carboidratos, como não comer arroz e feijão, e assim ingerir uma torrada ou uns biscoitos água e sal no decorrer do dia. Algumas pessoas relataram que dessa maneira dá para se perder uns 2 quilos por semana sem um esforço imenso como é o caso da dieta completa.

É muito importante a procura por um especialista antes do início de qualquer regime, dessa maneira a dieta se torna mais saudável e confiável para se seguir.

A “Dieta da USP”

Escrito por admin

A famosa dieta da USP, é na realidade a dieta do carboidrato. Ela também é conhecida como dieta de Atikins. Ao pesquisar sobre o nome, “dieta da USP”, foi descoberto que esse regime nada tem a ver com a universidade renomada. Colocaram esse nome na dieta do carboidrato para que talvez as pessoas oferecessem mais confiança nela e assim pudessem seguí-la com mais seriedade.

Esse regime promete um emagrecimento de até mais de 10 quilos em um mês, entretanto, muitos médicos não a recomendam. Isso porque a maior fonte de energia do cérebro é justamente os carboidratos (a glicose), e como tal dieta restringe esse importantíssimo nutriente, o corpo inicia a quebra da fonte secundária de energia, que são os lipídeos, dessa maneira ocorre a liberação de corpos cetônicos que são toxinas prejudiciais ao organismo. Não apenas o cérebro prefere a glicose como fonte de energia, mas também todo o corpo, o cérebro foi citado para dar ênfase à importância desse nutriente.

O acúmulo exagerado de corpos cetônicos pode levar o corpo ao extremo – o coma. A pessoa que segue esse regime libera um odor característico, causado justamente por esses corpos cetônicos.

A dieta da proteína (como também é conhecida), permite que sejam ingeridas qualquer tipo de gorduras e de proteínas, com exceção dos carboidratos. Dessa maneira o emagrecimento é certo porque o corpo necessariamente terá que quebrar suas reservas energéticas – as gorduras. Contudo tendo em vista as já listadas desvantagens, é muito importante que seja procurado um médico antes que se inicie tal regime. Isso porque não é devido ao fato de ter dado certo com alguém, que essa vantagem também possa acontecer com você.

Dieta zero de carboidrato

Escrito por admin

Dentre inúmeras dietas radicais que existem por aí, se encontra a dieta do carboidrato. Com ela verdadeiramente dá para emagrecer rapidamente, isso porque ela consiste no corte radical dos carboidratos na receita diária, por pelo menos uma semana.

Indo de encontro ao senso comum de que gordura engorda, essa dieta consiste em cortar os doces e poder exagerar em gorduras e carnes. A fonte primária de energia do corpo são os carboidratos, e cortando-os o corpo necessariamente terá que queimar as gorduras armazenadas no tecido adiposo e com isso inevitavelmente irá levá-lo ao emagrecimento.

Nessa dieta algumas pessoas testemunham que não a seguiram tão radicalmente e mesmo assim conseguiram perder significativas quantidades de peso. Isso porque elas cortaram diversos alimentos que eram muito ricos em carboidratos, como macarrão, arroz e chocolates, mas não cortaram por exemplo o açúcar em sucos, os refrigerantes, o feijão e a batata, e também prolongaram a dieta por mais de uma semana para alcançar uma quantidade boa de perda de peso.

Muitas pessoas que seguem esse regime preferem recorrer a fontes vegetarianas de gorduras e proteínas, isso porque diversos especialistas consideram esses alimentos mais saudáveis para o organismo.

Alguns sensos já divulgaram que mais de 50% da população ocidental se prende às dietas, talvez devido a isso que a dieta do carboidrato se tornou tão rapidamente famosa. Contudo, é importantíssimo que antes de se iniciar qualquer tipo de regime seja necessário a procura por um médico ou nutricionista para uma informação mais precisa sobre qual dieta é a mais apropriada para cada tipo de pessoa.

Dieta Cetônica – Sem Carboidrato

Escrito por admin

A dieta do carboidrato é também bastante conhecida como dieta cetônica. Da mesma maneira defende o corte total na alimentação diária dos carboidratos.

A pessoa que esteja realizando tal regime deve ingerir exclusivamente proteínas e gorduras, excetuando-se totalmente os carboidratos presentes em doces e massas.

Não é uma dieta balanceada, e por isso perigosa. Quem deseja fazê-la é recomendável que antecipadamente peça ajuda a um médico ou nutricionista.

Existem pessoas que realizaram tal dieta consumindo um pouco de carboidrato no dia-a-dia e testemunharam que também emagreceram bastante, mas por um período de tempo maior do que aquele que a receita promete. Isso porque ela não foi seguida a risca, tendo em vista que o regime consiste em apenas que se corte os carboidratos, fontes primárias de energia do organismo.

Como a ingestão de gorduras e carnes é totalmente liberada nessa dieta é preciso que se fique atento(a) no colesterol, mesmo sabendo que as gorduras serão usadas como fonte de energia do corpo, pode haver uma ingestão maior que o consumo, e é aí que se mora o perigo.

O cheiro do suor de quem segue esse regime é característico e fétido, existem ainda estudos sérios, não comprovados nem contestados, que afirmam que pode haver uma variação no sistema tamponado do sangue o que pode resultar em uma indesejável perda óssea.

Portanto, a procura por um médico antes de realizar qualquer tipo de regime ou dieta é, sem dúvida, muitíssimo importante para a integridade da saúde. Talvés uma reeducação alimentar com uma ingestão menor de carboidratos no dia-a-dia seja melhor que um corte drástico desse nutriente.

A Dieta do Carboidrato Emagrece

Escrito por admin

A dieta do carboidrato causa até mesmo espanto em muitas pessoas devido ao seu emagrecimento rápido. É possível perder cinco quilos por semana, desde que seja seguida corretamente. No início da dieta as pessoas reclamam de muita fome, mas quando isso acontecer é só comer a vontade qualquer tipo de alimento que não contenha os carboidratos, como por exemplo carne de qualquer tipo e queijos. Fique longe de pães e massas como macarrão.

A fraqueza que o corpo sente no início da dieta é comum como em qualquer outra, mas não é bom que se passe fome, dessa maneira é importante que se beba bastante líquido e se alimente corretamente. A associação com exercícios físicos ajuda a um emagrecimento muito mais rápido e saudável, deixando assim o corpo, a pele e o cabelo mais bonitos.

A segurança para o organismo sobre essa dieta é questionada entre nutricionistas e médicos, portanto é importante um acompanhamento de um profissional para a melhor indicação de um regime para o seu tipo de organismo. Mesmo que inúmeras pessoas comprovem e declarem que a dieta dos carboidratos a fizeram emagrecer, isso não significa que ocorrerá o mesmo com você, porque cada um é um, e pode ser que não haja adaptação no seu caso.

Existem pessoas que emagreçaram muito mesmo, cerca de cinco quilos por semana, mas é importantíssimo que após tal dieta seja seguido uma reeducação alimentar sem grandes exageros, porque senão todo o esforço trabalhado para perder quilos pode se tornar em vão, e o ganho de massa muscular pode vir a ser bastante rápido. E assim quem mais sofre é a pele, com o aparecimento de celulites e estrias. Portanto após terminar o regime a continuidade com esportes e um equilíbrio na dieta alimentar diária tornam-se indispensáveis.

Receita da Dieta do Carboidrato

Escrito por admin

Essa dieta alimenta e ajuda a emagrecer. Ela consiste basicamente na eliminação diária do carboidrato no organismo. Não é recomendável que se prolongue essa dieta porque senão ela pode causar fraqueza no corpo. Dessa maneira é interessante que se consulte um médico antes de iniciar qualquer tipo de dieta, para ele recomendar um tempo necessário e avaliar as condições de saúde do corpo.

Existe um rol de alimentos que não devem de maneira alguma serem ingeridos, são os que contém carboidratos:
Abóbora, adoçantes com frutose, adoçantes com lactoses, amendoim, amidos, balas, banana, beterraba, geléia, pão, petiscos, soja, sorvetes, macarrão, farinha, feijão, mel, salsarette, açúcar etc.

Por outro lado existe um rol que se pode desfrutar à vontade:
Água, ovos cozidos, repolho, sal, alface, brócolis, camarão, caranguejo, atum, aves, azeite, caviar, coca light, suco clight, tomate (até 3 por dia), manteiga, sopa de legumes, vagem, cenoura(apenas 1 por dia), couve-flor, bacalhau, espinafre, limão, margarina, pepsi light, salada verde, trident, jiló e tudo que não tenha carboidrato.

Portanto, dá para emagrecer sem passar fome, comendo a vontade qualquer tipo de alimento que não contenha carboidrato. Essa dieta faz emagrecer porque ela restringe a ingestão de fonte primária de energia do corpo e o obriga a gastar as reservas energéticas (as gorduras) e com isso emagrecendo o organismo.

Não é recomendável que se prolongue essa dieta por mais de 30 dias, é indicado que se faça uma pausa com uma dieta balanceada e caso deseje voltar é aconselhável que se volte por um período de 30 dias depois. Existem pessoas que emagreceram 8 kg em duas semanas, mas é claro que para isso é necessário muita disciplina e força de vontade.

Têm pessoas que cortam somente grãos e massas combinando exercícios físicos diários e também testemunham que deram resultado.

O que Comer na Dieta do Carboidrato

Escrito por admin

Tendo em vista que a fonte primária de energia do corpo são os carboidratos, e enquanto eles estiverem presentes no organismo o corpo não queimará as gorduras, foi criada a dieta dos carboidratos. Esse regime consiste em abolir da dieta diária qualquer tipo de carboidrato. Portanto, pode-se comer a vontade qualquer alimento, desde que ele seja pobre, ou não tenha, carboidrato.

Quem já fez esse regime testemunha perder 5 quilos em uma semana, desde que seja seguido corretamente. Outras pessoas já testemunharam perder 8 quilos em duas semanas caindo em algumas tentações nos finais de semana. O importante é não prolongá-lo por muito tempo, ou então fazer um corte aos poucos, como uma reeducação alimentar, de alimentos que sejam ricos em açúcares, como: doces, balas e chocolates. Ou então cortar aos poucos aqueles alimentos ricos em carboidratos: como arroz, massas e pães. ( É importante frisar que açúcar é um tipo de carboidrato, entretanto o açúcar que costumamos ingerir é a glicose e sendo ela já livre, ela será a que o corpo utilizará primeiramente quando houver necessidade de um gasto energético, alguns carboidratos como o amido devem ser primeiramente quebrados pelo corpo para a liberação das glicoses nele presente).

Existe no entanto, um rol de alimentos que podem ser comidos a vontade como: ovos cozidos, repolho, sal, alface, brócolis, camarão, caranguejo, atum, aves, azeite, caviar, coca light, suco clight, tomate (até 3 por dia), manteiga, sopa de legumes, vagem, cenoura(apenas 1 por dia), couve-flor, bacalhau, espinafre, limão, margarina, pepsi light, salada verde, trident, jiló.

A ingestão de bastante líquido contribui para que o corpo elimine mais rapidamente toxinas prejudiciais presentes em diversos tipos de alimentos, dessa maneira ajuda no emagrecimento e evita o aparecimento de celulites. É recomendável que se beba cerca de 2 litros diários de água.

A dieta do carboidrato associada a exercícios físicos promotem um emagrecimento mais rápido. Não é recomendável que se ultrapassem mais de trinta dias nesse regime, e é interessante que seja feita antes de iniciá-lo, uma consulta a um especialista.